A thyssenkrupp Elevadores, líder global em mobilidade urbana, acaba de lançar no mercado brasileiro mais um produto da Divisão de Acessibilidade: a cadeira de transferência para piscinas. O produto foi desenvolvido para adaptar as áreas de lazer públicas e privadas, bem como promover a reabilitação motora em espaços apropriados, visando a inclusão social, a partir da pratica esportiva da natação.

O mercado de aplicação do produto é bem abrangente. Atende aos projetos de lazer de residências, como por exemplos, casas e edifícios, hotéis, centros esportivos, clubes e escolas de natação; além de centros de fisioterapia e de reabilitação. Uma abrangência que se reflete em números. De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes e Construtores de Piscinas e Produtos Afins, a Anapp, o Brasil é o segundo mercado de piscinas no mundo, com mais de dois milhões de unidades instaladas. Surreal, né?

O público-alvo é variado e formado por pessoas com algum tipo de deficiência motora temporária ou permanente, inclusive cadeirantes, idosos, gestantes e crianças. No Brasil, mais de 45 milhões de pessoas têm algum tipo de deficiência, incluindo a motora, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE. Soma-se a esses números, a população idosa que só cresce e, segundo, o último Censo, representa 13,5% da população brasileira, totalizando 28 milhões de pessoas acima de 60 anos.

De acordo com o Gerente de Acessibilidade da thyssenkrupp Elevadores, Rafael Villar, a cadeira é um instrumento de inclusão social. “Hoje, muitas pessoas deixam de usar a piscina por medo de cair ao descer as escadas, como os idosos e até mesmo uma gestante, e os cadeirantes só têm como opção as rampas”. Segundo Villar, o uso de soluções acessíveis em áreas comuns de prédios residenciais novos, como as piscinas, está previsto na lei federal de acessibilidade e as Prefeituras estão começando a fiscalizar as obras para o cumprimento da legislação.

Compacta e robusta

A cadeira de piscina da thyssenkrupp possui um design clean, que se traduz em um produto compacto e de fácil instalação, porém robusto. Um pequeno espaço junto à borda da piscina é suficiente para a base de fixação, composta por um motor, bateria independente e sistema que aciona a mesma.

A tecnologia aplicada ao produto se traduz na utilização de materiais preparados para resistirem à exposição externa, inclusive em regiões litorâneas, e submersão na água. O motor e a bateria são blindados e o comando joystick é à prova d’água. Por isso, não é necessário um espaço (casa de máquinas) para armazenar o sistema de motor.

Com capacidade para transportar uma pessoa de até 150 quilos, a cadeira possui proteção posterior, apoio para os braços e os pés e cinto de segurança. Outro diferencial é a altura do assento, adequado ao da cadeira de rodas, por exemplo, para facilitar o translado do cadeirante de forma autônoma na hora que ele for utilizar o equipamento.

A operação também é simples. Após sentar-se na cadeira junto à borda da piscina, a pessoa aciona o joystick para entrar e sair da piscina, indicando sobe ou desce no comando. “O sistema foi desenvolvido para facilitar a utilização da cadeira com total segurança. Recomendamos a operação assistida e o uso do cinto de segurança”, destaca Villar.

Além da comercialização e instalação do produto, a thyssenkrupp disponibiliza ao cliente um contrato de manutenção preventiva trimestral, a partir de um corpo técnico especializado, um conjunto de bateria reserva e garantia de fabricação de um ano. A cadeira está disponível para pronta entrega em todo o território brasileiro.

Verá o vídeo abaixo:

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.