A empresa Real Graphene está desenvolvendo a G-100, uma bateria portátil (powerbank) de 10.000 mAh que pode ser recarregada em apenas 20 minutos.

Sediada em Los Angeles, nos Estados Unidos, a Real Graphene desenvolve baterias aprimoradas com grafeno. CEO da empresa, Samuel Gong, diz: “que não é a bateria do grafeno uma tecnologia do futuro, mas sim do presente, criamos uma bateria que pode ser recarregada muito rapidamente e que tem vida útil longa em termos de cargas por ciclo”.

A tecnologia da empresa permite que uma bateria de 3.000 mAh leve 20 minutos para ficar completamente recarregada com o uso de um carregador da ordem de 60 W enquanto a média no mercado é de 90 minutos.

Gong destaca que a tecnologia da Real Graphene pode permitir que a bateria suporte 1.500 ciclos de carga contra uma média variando entre 300 e 500 ciclos da atuais. A empresa aponta mais uma vantagem: as baterias com grafeno geram menos calor, portanto, podem ser consideradas muito mais seguras aos seus usuários.

“O grafeno é um incrível condutor de calor e eletricidade. O lítio não gosta quando muita energia é colocada e retirada dele. Aplicamos grafeno de dois modos diferentes. Nós o misturamos à solução com lítio e adicionamos uma camada composta, como uma folha, à bateria de lítio. Isso atua como condutor de eletricidade e não gera muito calor.” Explica Samuel Gong.

Como foi explicado anterioromente, as baterias da empresa combinam grafeno e lítio, até por uma questão de custo: o grafeno ainda é um material muito caro. Apesar disso, os benefícios já podem ser colhidos. Pelo menos é o que a Real Graphene sugere quando se fala da bateria G-100.

O dispositivo terá 10.000 mAh de capacidade, três conexões USB e poderá ser completamente recarregado em 20 minutos se usado com um carregador de 100 W. O kit deverá custar por volta de US$ 100 quando estiver disponível no mercado.

Samuel também adianta que para quem precisa de ainda mais capacidade de carga, a Real Graphene deve lançar o modelo G-100 Max, que será de 20.000 mAh e tempo de recarga completa estimado em 40 minutos. As duas configurações devem anunciadas em uma campanha de crowdfunding.

Já há até empresas testando a tecnologia da Real Graphene em celulares mas os nomes não foram divulgados.

A Real Graphene afirma que é capaz de disponibilizar 100 mil baterias baseadas em grafeno se algum fabricante precisar de um pedido “pequeno”. Se necessário, em um período de um ano, a companhia será capaz de atender a volumes maiores.

Real Graphene

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.