Imagem: GIZMODO

A empresa Bridgestone está trabalhando na produção dos chamados pneus “airless” para bicicletas, estes pneus são feitos a partir de resina plástica rígida e irão descartar qualquer uso de bombas, uma vez que não possuem câmaras que perfuram e vazam.

Os pneus airless são capazes de se moldarem conforme o uso. Veículos militares e quadriciclos foram os primeiros a adotar o método pouco ortodoxo, e agora a empresa está trabalhando para que os pneus estejam disponíveis em breve para bicicletas convencionais.Com informações da Gizmodo.

Imagem: GIZMODO

Os pneus sem ar não são exatamente uma novidade no mercado, uma vez que já podemos obter rodas feitas de um composto de borracha sólida. No entanto, eles estão mais disponíveis para veículos que operam em terrenos onde o risco de deterioração do pneu é mais alto.

Diferente disso, a abordagem da Bridgestone substitui a câmara e parte da roda da bicicleta por uma resina termoplástica melhor projetada para absorver colisões e proporcionar um passeio, de modo geral, mais suave. Mais importante que isso, o novo modelo não exige que o ciclista tenha que ajustar a pressão do ar nos pneus da bicicleta ou precise enchê-los se esvaziarem.

Eventualmente, se for adotado em pneus de carros, o modelo airless tem o potencial para melhorar a eficiência do automóvel em relação ao consumo combustível, uma vez que não irá deflacionar, perder forma ao longo do tempo, e ainda será mais seguro, já que não corre o risco de estourar. Já nas bicicletas, a conveniência maior vem pelo fato de que os ciclistas não terão que carregar bombas de ar enquanto pedalam.

A empresa espera que seus pneus sem ar para bicicletas estejam prontos para o mercado até 2019, em tempo de serem usados, se aprovados, nos Jogos Olímpicos de Verão, que serão realizados em Tóquio, em 2020.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.