O Departamento de Tecnologia da Informação (DIT) de Moscou pretende encomendar o desenvolvimento de óculos de realidade aumentada com tecnologia de reconhecimento facial. Segundo a RBC, a empresa russa Ntechlab estaria encarregada do projeto. Embora os detalhes do incentivo ainda não tenham sido revelados, os experimentos já estão em andamento.

As autoridades de alguns dos países mais desenvolvidos em termos de segurança, já estão introduzindo ativamente tecnologias de reconhecimento facial em seus sistemas de vigilância por vídeo urbano. Cidades como Londres, Pequim, Cingapura e Moscou estão na vanguarda dessa inovação.

Acredita-se que o reconhecimento facial automático em imagens obtidas de câmeras de vigilância contribuirá para a detecção imediata de criminosos.

A invenção será apresentada em outubro deste ano na exposição de segurança do estado. A exposição terá uma versão preliminar do aplicativo que foi lançado este mês, e já está aguardando no fórum da Security Technologies.

A Ntechlab já está cooperando com as autoridades da capital russa. Em 2017, a empresa conectou o sistema de reconhecimento facial a 1,5 mil câmeras de vigilância em Moscou, incluindo as câmeras de segurança do metrô. As informações processadas das câmeras serão comparadas com um banco de dados de pessoas procuradas. No total, a cidade possui 167 mil câmeras de vigilância conectadas ao Unified Data Storage and Processing Center.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.