Foi uma empresa inglesa a primeira a entrar para a história com a inclusão de componentes fabricados em grafeno num automóvel.

A Briggs Automotive Company junto a empresas de fabricação de fibras e materiais compósitos Haydale Composite Solutions, conseguiram fabricar os arcos de roda traseiros do supercarro BAC Mono naquele material superleve que se destaca pela leveza e por permitir o fabricação de formas complexas.

Este derivado da grafite e do carbono puro é mais 20% do que a famosa fibra de carbono, e oferece resistência superior em 200 vezes quando comparada com o aço. Esta solução está sendo estudada para ser incluída nas próximas produções de automóveis que serão mais leves e com maior performance.

O BAC Mono está equipado com motor 2,5 litros, que possui quatro cilindros preparado pelos especialistas em motores de competição Mountune.

À potência chega a 305 cv a um carro de 580 kg, o que permite performances excelentes como a aceleração dos 0 aos 100 km/h a ser cumprida em apenas 2,8 segundos.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.