Sabemos que com tecnologias cada vez avançadas, as inovações e criações têm se tornado mais atraentes e, também, cada vez mais inteligentes. É o caso da “Power-to-liquid”, que na tradução livre tem como conceito “energia para líquidos”.

A inovação, criada pela empresa alemã Sunfire GmbH, promete transformar água e dióxido de carbono em um tipo de combustível livre de impurezas, uma alternativa para o uso da gasolina, como por exemplo.

A tecnologia foi instalada em uma plataforma especial, que é capaz de reciclar cerca de 3,2 toneladas de dióxido de carbono e produzir um barril de combustível por dia. No entanto, ele ainda não é comercializado.

A Sunfire, que ainda está sendo regulado, planeja vender os componentes da tecnologia, o que deve ocorrer em 2016. As peças ainda não tem preço definido, mas a construção da plataforma de testes custou pelo menos US$1 milhão.

A inovação é uma alternativa para o uso de combustíveis fósseis, o inimigo número 1 do planeta e um dos principais responsáveis pelo aquecimento global. Cabe lembrar, ainda, que além de poluentes, esses combustíveis fósseis são um recurso limitado.

Como funciona?

A ideia dos desenvolvedores do projeto é utilizar células eletrolizadoras de óxido sólido (SOEC) para converter eletricidade vinda de fontes renováveis em vapor, sejam elas eólica ou solar. Após esse processo, o oxigênio é removido, restando apenas hidrogênio, utilizado no dióxido de carbono (CO²), que pode ser obtido naturalmente na atmosfera, ou como resíduo de outros processos de geração de energia. Isto serve para transformar o CO² em monóxido de carbono (CO).

Os gases, por sua vez obtidos destas reações (CO e H²) passam pelo processo químico Fischer-Tropsch, muito utilizado para a produção de hidrocarbonetos líquidos. O calor resultante é usado para criar mais vapor, resultando em uma taxa de eficiência de 70%.

De acordo com Pensamento Verde 

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.