Pesquisadores desenvolveram e testaram pela primeira vez um marcapasso miniaturizado e sem bateria que suporta estimulação óptica e elétrica em vários locais. O novo dispositivo é alimentado sem fio, omitindo o peso e a massa associados à bateria, além da necessidade de substituir ou recarregar. O dispositivo é mais confortável que os marcapassos atuais e pode trabalhar indefinidamente.

Os marcapassos existentes atualmente são amplamente definidos pelo tamanho e peso de sua bateria. O novo dispositivo eletrônico, por sua vez, sem fio não leva bateria, tem o tamanho de uma moeda e pesa 110 mg.

De acordo com os pesquisadores, o dispositivo tem tolerância a mais de 200.000 ciclos multiaxiais de tensão sem prejuízos no desempenho elétrico ou óptico.

Ao diminuir o tamanho de um marcapasso sem fio para aproximadamente o tamanho de uma moeda, tem como objetivo para os médicos que em um dia coloquem vários marcapassos no coração. Ter vários marcapassos sem fio no coração ao mesmo tempo pode melhorar a qualidade da terapia de ressincronização, pois os dispositivos podem ser programados externamente para sincronizar a excitação e contração cardíaca, tornando os dispositivos mais eficientes, eficazes e confortáveis para os pacientes.

Ainda de acordo com os pesquisadores em um artigo na revista Nature, eles podem ser programados para sincronizar a excitação e contração cardíaca, o que os tornaria mais eficientes, eficazes e confortáveis para uso em pacientes.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.