Enquanto os Estatos Unidos lutam para responder à disseminação da pandemia de COVID-19, os supercomputadores da NASA estão se unindo aos esforços para procurar possíveis candidatos a tratamento e vacina.

Uma nova iniciativa reúne a NASA e a National Science Foundation, além de diversos laboratórios, empresas e instituições acadêmicas do Departamento de Energia. A Casa Branca anunciou o esforço destinado a enviar recursos de computação para pesquisas destinadas a desacelerar a pandemia.

“Estou orgulhoso de que a @NASA esteja emprestando nossa experiência em supercomputação para ajudar na luta global contra o COVID-19”, disse o administrador da NASA Jim Bridenstine em comunicado no Twitter. “Por mais de seis décadas, a agência usou sua experiência para enfrentar desafios que beneficiaram pessoas de todo o mundo de maneiras inesperadas”.

Uma das áreas da NASA que redireciona seu tempo de supercomputador é a divisão de Ciências da Terra, de acordo com Thomas Zurbuchen, diretor da Diretoria de Missões Científicas. “Os pesquisadores inserem dados de satélite para executar modelos climáticos para prever o clima futuro da Terra”, disse Zurbuchen em comunicado no Twitter. “A NASA tem o prazer de emprestar nossa experiência em supercomputação para ajudar na luta global contra o #COVID19”.

Pesquisadores que trabalham em projetos relacionados ao COVID-19 poderão solicitar uso dos supercomputadores, de acordo com declaração da Casa Branca, que deve acelerar os cálculos necessários para diminuir a pandemia.

“Os Estados Unidos estão se unindo para combater o COVID-19, e isso significa liberar toda a capacidade de nossos supercomputadores de classe mundial para avançar rapidamente as pesquisas científicas para tratamentos e uma vacina”, disse Michael Kratsios, diretor de tecnologia dos Estados Unidos, em comunicado.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.