A ISON, fabricante do primeiro drone russo hipersônico, divulgou a a primeira imagem da nova aeronave não tripulada, que pode voar tanto na atmosfera quanto no espaço.

O novo drone será reutilizável e deverá ser lançado pelo menos 50 vezes. Você pode voar a uma altitude de 160 quilômetros e atingir uma velocidade máxima de até Mach 7.

Ele também terá a capacidade de lançar naves espaciais em uma órbita de até 500 quilômetros acima da superfície da Terra. Na verdade, a empresa está desenvolvendo esta aeronave para atender os interesses da Roscosmos, a empresa espacial russa.

 

Segundo a imagem, é um drone que compartilha a configuração de um avião e está equipado com um único motor. Em paralelo, no avião é visto que o drone decolará de uma aeronave, que por sua vez irá elevá-lo para as camadas superiores da atmosfera.

Quanto ao pouso, o drone primeiro realizará uma frenagem aerodinâmica, após o qual um para-quedas será usado.

Segundo a Sputnik informou o diretor geral da empresa, Yuri Bajvalov, o novo drone será fabricado exclusivamente com componentes russos e utilizará o motor 14D30 do bloco de aceleração Bris-M.

Segundo o executivo, está prevista a realização de cinco testes de voo já em 2023. Bajvalov sublinhou que o drone não será utilizado para fins militares.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.