De acordo com dados coletados pela Quartz, todos os aviões em operação no mundo são atingidos por um raio, pelo menos uma vez por ano. Mas antes de decidir a nunca mais entrar em um avião, você deve saber exatamente o que acontece quando um raio atinge um avião: praticamente nada.

Durante o processo de concepção de um avião moderno, há sempre um engenheiro que é responsável por garantir que todos os equipamentos, sistemas elétricos e de combustível sejam protegidos contra os  30.000 amperes de um raio.

Quando a descarga atinge um avião, a eletricidade simplesmente viaja através da camada externa da fuselagem de alumínio, e não causa qualquer dano real.

Na verdade, a proteção das aeronaves contra raios é tão boa que muitas vezes os passageiros nem sequer percebem que isso aconteceu e o único dano que pode ser deixado são marcas de ligeiras queimaduras nos pontos de entrada e saída.

De acordo com registros históricos, a última vez que um avião caiu porque foi atingido por um raio foi nos Estados Unidos em 1967 – há quase 50 anos.

Agora que você já sabe, você pode manter a calma durante os voos. Apesar de uma grande estrutura de metal estar voando entre nuvens de partículas elétricas carregadas é um alvo fácil para raios – e às vezes até faz com que ele o atraia -, porém,  você ainda vai estar muito mais seguro lá do que se estivesse em um mergulho durante uma tempestade.

No vídeo abaixo, o A-380, o maior avião comercial do mundo se preparava para pousar no aeroporto de Heathrow, em Londres, quando foi atingido por dois raios. A bordo do super-jumbo estavam 500 pessoas , mas ninguém se feriu.

 

 

De acordo com The Huffington Post

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD
Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.