Há 285 milhões de pessoas com deficiência visual em todo o mundo, e há muitas tecnologias para ajudar essas pessoas, algumas tecnologias são: sinais de rua inteligentes, o Google TalkBack um serviço de acessibilidade para android, além de muitos dispositivos inteligentes.

E mais uma coisa vem surgindo, o relógio de ponto – o primeiro relógio inteligente para pessoas com deficiência visual – é um dispositivo wearable, que em vez de apresentar informações através de texto e gráficos, usa um display em Braille. A tela é feita de 24 sensores de toque e utiliza células eletrodinâmicas para retransmitir informações. Com a ajuda desses sensores o dispositivo sabe quando o dedo do usuário atinge a última letra no visor e instantaneamente atualiza a tela com novas letras. Desta forma, o usuário pode ler através do pequeno círculo de 43mm (1.7in) de raio.

O relógio foi criado por um universitário que percebeu que alunos com visão conseguiam obter instantaneamente informações de dispositivos inteligentes, enquanto um colega de classe com deficiência visual tinha que arrastar livros pesados ​​de Braille, então o estudante Eric Kim desenvolveu um smartwatch barato e que será de grande ajuda.

Além das funcionalidades típicas de monitoramento, como um alarme, acelerômetro e mostrando o tempo até os segundos, o relógio também pode exibir notificações de mídias sociais, mensagens de texto, direções e outras informações personalizáveis ​​com a ajuda de um aplicativo que combina Determinadas aplicações com o dispositivo. Além disso, Dot é um sistema aberto, para que qualquer pessoa possa desenvolver aplicativos para ele.

Até agora já foram 140.000 pré-encomendas do relógio em 13 países diferentes. As versões inglesa e coreana estarão em abril de 2017, e custarão aproximadamente $ 290 USD.

Dot Inc. recebeu mais de US $ 5 milhões em investimentos e garantiu 31 patentes, aspirando a ser o líder no mercado de dispositivos auxiliares.

A empresa está também a desempenhar um papel ativo na melhoria da alfabetização Braille em países em desenvolvimento, onde cerca de 75% da população cega do mundo está localizado. Eles estão em conjunto com a Agência de Cooperação Internacional da Coréia para fornecer um dispositivo de baixo custo – Dot Mini – para 1 milhão de pessoas com deficiência visual no Quênia.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.