Foto de Science em HD no Unsplash

A Rússia recebeu, desde então, a maior importação de máquinas de mineração de bitcoin da sua história. O fato ocorreu em dezembro de 2020.

Foram 20 mil unidades do equipamento comprados sob o valor estimado de US$ 40 a 60 milhões por uma empresa desconhecida na Sibéria. As informações foram divulgadas pelo portal russo Kommersant.

Na artigo, Igor Runets, CEO do data center ButRiver – tipo de empresa de processamento de dados que geralmente extrai criptoativos, diz que 14 caminhões foram utilizados para entregar 20 mil máquinas de mineração de bitcoin para a região de Irkutsk, na Rússia. Os equipamentos somados possuem 70 MW – megawatts – de capacidade.

As máquinas mineradoras vieram todas do continente asiático e se destinaram especificamente para a cidade russa chamada Bratsk. Porém, Runets se recusou a contar mais detalhes sobre que as fabricou, os modelos dos equipamentos e ainda sobre quem é o destinatário.

O comprador não foi revelado pois trata de um centro de processamento de dados de alta confidencialidade.

O preço de cada uma dessas máquinas gira em torno de US$ 2 a 3 mil, o montante comprado equivale a pelo menos US$ 40 milhões em mineradoras de bitcoin. O artigo afirma que essa importação é a maior compra única de equipamentos do tipo na Rússia de toda a história.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.