Depois de ter adiado a implementação de novos termos de privacidade, o aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp voltou a comentar o assunto. A companhia já anunciou o novo prazo para aceite da política, que entra em vigor a partir de 15 de maio de 2021, e agora detalhou o que acontece com quem se recusar a acatar as regras.

Basicamente, a conta permanecerá ativa, mas o usuário depois de algumas semanas será proibido de enviar ou receber mensagens de texto — isto é, o principal recurso do aplicativo de mensagem.

“O WhatsApp não apagará sua conta, mesmo se você não aceitar a atualização dos Termos de Serviço até essa data. Entretanto, você não poderá usar alguns recursos do WhatsApp até aceitar essa atualização. Por um curto período, você ainda poderá receber chamadas e notificações, mas não poderá ler nem enviar mensagens pelo aplicativo”, diz a atualização na seção de perguntas e respostas do site oficial do aplicativo.

Os usuários do aplicativo poderão aceitar os temos de privacidade depois de 15 de maio de 2021, mas a partir desta data as consequências a quem não tiver concordado antes já podem ter entrado em vigor.

Antes do dia 15 de maio, você poderá exportar seu histórico de conversas no Android ou iPhone e baixar um relatório dos dados da sua conta. Se preferir, você poderá apagar sua conta no Android, iPhone ou KaiOS, mas esta ação é irreversível porque apagará seu histórico de mensagens, removerá você dos grupos dos quais você participa e apagará seus backups do WhatsApp.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.