Criado por uma equipe de pesquisadores do Howard Hughes Medical Institute em Ashburn, Virgínia, este vídeo de 16 segundos é o resultado de dois microscópios eletrônicos de alta velocidade, 7.062 fatias do cérebro e 21 milhões de imagens – todas do cérebro de uma mosca.

Graças à nova imagem, os cientistas podem agora traçar o caminho de qualquer neurônio para outro ao longo de todo o cérebro.

“Todo o cérebro da mosca nunca foi imaginado antes nesta resolução que permite ver conexões entre os neurônios”, disse o neurocientista Davi Bock, que liderou a equipe. “Sempre que você olhar imagens com maior resolução e mais integridade, descobrirá coisas novas.”

Bock disse que os pesquisadores queriam se concentrar no cérebro de uma mosca devido aos surpreendentes níveis de sofisticação em seus cérebros. Eles podem aprender e lembrar detalhes, disse Bock, apesar de seu tamanho.

Contém aproximadamente 100.000 neurônios; em comparação, o cérebro humano contém mais de 100 bilhões. Os pesquisadores da Virgínia usaram microscopia eletrônica de transmissão de seção serial para coletar mais de 21 milhões de imagens de todo o cérebro da mosca. 

Inicialmente, esse desafio foi extenso e demorado. No entanto, a equipe desenvolveu câmeras de alta velocidade e dois sistemas exclusivos para mover amostras de tecido em incrementos de 8 micrômetros para capturar rapidamente mais espaço. A tecnologia acelerou o processo cinco vezes mais rápido do que qualquer pesquisa anterior similar.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Para você que está procurando Bolsa de Estudo, temos bolsas de até 75% em mais de 1.200 faculdades de todo o Brasil. Encontre a sua Bolsa de Estudo clicando aqui.