O laboratório norte-americano Moderna Inc. divulgou que uma dose de sua vacina contra a covid-19 custará entre US$ 32 e US$ 37 – algo entre R$ 170 e R$ 200, em conversão direta.

O laboratório recebeu cerca de US$ 1 bilhão dos Estados Unidos para desenvolver a fórmula, que é 1 das 6 que chegaram à última fase de testes.

De acordo com a Moderna, essa etapa não levará muito tempo e, até o fim do ano, a vacina já poderá ser distribuída pelos países que fizerem acordo com a farmacêutica.

Valores de outras vacinas

Cada dose da vacina da Pfizer custou US$ 19,50, algo próximo de R$ 100, em conversão direta, para o governo norte-americano, que comprou todo o primeiro lote. Os Estados Unidos também fecharam um acordo com a Johnson & Johnson, que vai cobrar quase metade deste valor por dose, US$ 10, cerca de R$ 53.

Apesar de o preço baixo, essa não será a opção mais barata do mercado. A vacina produzida na Universidade de Oxford, que está sendo testada no Brasil, será vendida por 2,5 €, algo perto de R$ 15. Isso porque, de acordo com o diretor da AstraZeneca, laboratório parceiro da universidade, a distribuição será feita “sem preocupação de lucro”.

Já a CoronaVac, da farmacêutica Sinovac Biotech, ainda não teve seu preço divulgado. De acordo com o governo de São Paulo, a previsão é que ela comece a ser distribuída gratuitamente pelo SUS em janeiro de 2021. Caso o governo esteja certo, o país poderá voltar à normalidade em abril.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.