O material desenvolvido pelo cientista mexicano Jose Carlos Rubio Avalos, da Universidad Michoacana de San Nicolas de Hidalgo, pode ser utilizado em construções civis para torná-las luminescentes durante o período noturno, o que possibilita novas maneiras de se pensar a iluminação nos centros urbanos.

Para atingir o resultado, o cientista realizou modificações no processo de fabricação do concreto. No processo, foram removidos alguns cristais que se formam durante a fabricação do concreto para assim alterar a microestrutura do material. Assim, é permitido que a luz do sol seja absorvida pelo concreto sem que a mesma seja refletida, o que em seguida possibilita que ela seja irradiada no período noturno.

Foram desenvolvidos cimentos que brilham nas cores azul e verde, outras cores como por exemplo branco, vermelho e roxo estão sendo desenvolvidas. A duração do material gira em torno de 100 anos, e de acordo com o cientista, ele pode ser utilizado tanto em exteriores quanto em interiores, desde que a região seja banhada pela luz do sol.

Cimento luminescente1

O cientista precisa de US$ 6 milhões para conseguir fabricar todo o cimento luminescente necessário para cobrir as solicitações recebidas. Não é necessário que uma estrutura inteira seja feita desse material para que a mesma emita luz. Basta apenas que ela seja recoberta por uma camada desse cimento. Mesmo assim no entanto, é caro: uma peça de 1m2 com 3 milímetros de espessura custa algo em torno de US$ 70, segundo o cientista.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.