A DuPont lançou neste mês no País o DuPontTM Thermo-Man®, manequim de tamanho real equipado com 122 sensores de calor distribuídos ao longo do corpo (com exceção das mãos e dos pés), capaz de calcular o percentual de queimaduras que trabalhadores podem sofrer quando expostos a fogo repentino, de acordo com a roupa de proteção que está vestindo.   

O lançamento aconteceu em Paulínia (SP), no Centro de Pesquisa & Desenvolvimento da empresa, durante o dia 13.  O Thermo-Man® é resultado de um investimento de R$ 8 milhões e será utilizado no Brasil, além de oferecer suporte aos demais países da América Latina. Por meio do manequim, é possível avaliar e prever o desempenho e a integridade dos trajes de proteção contra calor, chamas e fogo. 

Para demonstração do equipamento, o manequim permanece dentro de uma câmara de teste que, por sua vez, fica em um contêiner de 12 metros de comprimento. O ambiente tem uma sala de controle, de onde é regulado o tempo de exposição à chama gerada pelo gás propano líquido. Ao redor do manequim, encontram-se, ainda, 12 queimadores, responsáveis pelo fornecimento da chama. Os sensores registram o aumento da temperatura na superfície do manequim, que podem variar entre 600ºC a 1000ºC, enquanto um programa de simulação calcula o porcentual de queimaduras de segundo e terceiro graus, bem como suas posições e a comparação ao corpo total, além da evolução da queimadura durante o tempo de medição, o que poderá prever as chances de sobrevivência da vítima. 

Na avaliação realizada no lançamento do Thermo-Man®, dois tecidos foram testados: o Nomex® Comfort, da DuPont, e o algodão comum tratado com tecnologia antichama. Ao final da exposição, os resultados foram claros: o traje DuPont, apesar de carbonizado, permaneceu inteiriço e ofereceu a melhor proteção ao usuário, com uma taxa de sobrevivência de 90%. Já o macacão com algodão tratado desintegrou-se quase por completo. A taxa de sobrevivência do usuário desse tipo de vestimenta caiu para 52%. 

“Trabalhamos para a evolução e melhoria da qualidade dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) do mercado – explica Ariana Bottura, Gerente de Marketing para tecnologias de Proteção Térmica da DuPont na América Latina – dessa maneira, acreditamos que o Thermo-Man® ajudará a educar o usuário final sobre segurança. Também trará mais conhecimento para essa cadeia, ao testar os diferentes tipos de tecnologias e materiais, e suas respectivas performances”. A fibra DuPont™ Nomex®, por exemplo, permite que as roupas tenham o menor peso possível com máxima segurança, que se traduz na redução do calor interno, proporcionando um melhor conforto térmico com máxima proteção. 

O material é inerentemente resistente a chamas e conta com outras  características que fazem com que suas fibras aumentem de espessura quando expostas a calor e chamas. A vestimenta chega a ficar 46% mais grossa, criando uma barreira térmica de proteção forte e flexível, para permitir a mobilidade do usuário. Além disso, o produto não propaga a chama.

Imagens de Carlo Ferreri.

Vídeo de demonstração do DuPontTM Thermo-Man® com legendas em inglês.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.