Por padrão, cada usuário do Google tem até 15 GB de espaço gratuito para armazenar fotos, vídeos, e-mails, documentos e outros arquivos. Mas alguns itens não contam nesse limite: usuários do Google Fotos podem armazenar quantas imagens quiserem desde que as enviem convertidas para a qualidade “alta”, em vez dos arquivos em formatos originais.

Em uma época em que todos nós tiramos muitas fotos diariamente, armazená-las online sem nenhuma preocupação com espaço é praticamente como ter uma câmera com “filme infinito”. De acordo com o Google se somar GMail, Drive e Fotos seus usuários armazenam 4,3 Petabytes de dados todo dia.

Mas isso tem data para mudar. A partir de 1º de julho de 2021 mesmo os envios na qualidade alta serão deduzidos do espaço disponível em sua conta. Vale lembrar que arquivos que já estão armazenados no Google Fotos, ou que forem enviados em qualidade alta até a data limite, não serão considerados. A regra vale apenas para novos envios.

Mesmo com a mudança, o Google estima que 80% dos usuários que enviam imagens na qualidade alta ainda terão pelo menos três anos antes de atingir o limite de 15 GB. Os que atingirem, ou excederem, o limite poderão comprar mais espaço em um dos planos do Google One. Hoje em dia um plano de 100 GB custa R$ 6,99 mensais, e também há planos de 200 GB por R$ 9,99 e 2 TB por R$ 34,99.

Outra alteração é que também a partir de 1º de junho de 2021 quaisquer arquivos novos do Docs, Planilhas, Apresentações, Desenhos, Formulários ou Jamboard também serão deduzidos do limite de 15 GB gratuitos, ou limite do seu plano Google One.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentário.