18 de setembro de 2019
Uber pretende testar táxis voadores até 2020 e fecha parceria com Embraer

Uber pretende testar táxis voadores até 2020 e fecha parceria com Embraer

Imagem: divulgação

Em outubro de 2016 a Uber declarou seu interesse em carros voadores em um documento que discutia a decolagem. Esse interesse ficou ainda mais visível quando ela contratou um engenheiro de carros voadores da NASA.

Agora, em um encontro feito em Dallas, a empresa revelou que os testes com uma frota de veículos aéreos devem começar em 2020. A maioria dos outros anúncios se concentrou nas parcerias necessárias para tornar a tecnologia uma realidade.

Uber está trabalhando com as cidades de Dallas, Fort Worth e Dubai para lançar seu programa piloto. O prefeito de Dallas, Mike Rawlings, e o prefeito de Fort Worth, Betsy Price, expressaram seu apoio ao tornar a área metropolitana a primeira a experimentar o programa piloto Elevar da Uber.

A empresa também entrou em uma parceria com com Dubai e autoridades de transporte para estudar a demanda na região. Dubai é também onde Uber tentará desvelar a primeira demonstração pública como parte da Expo 2020 World.

Outras parcerias incluem com a ChargePoint, que irá desenvolver o carregador de bateria para que os veículos podem ser rapidamente carregados após cada aterragem. E claro, a empresa também está fazendo acordos com  “fabricantes de aeronaves experientes”. As cinco empresas incluem Aurora Flight Sciences, Pipistrel Aircraft, Embraer, Mooney e Bell Helicopter.

Ainda não há muitos detalhes de como serão os veículos. O projeto inicial prevê que os VTOL (Vertical Take-off and Landing) serão veículos leves capazes de decolar ou pousar na vertical nos helipontos ou terraços de prédios. Além de serem mais silenciosos que os helicópteros e voarem até 190 quilômetros de distância a uma velocidade de até 270 km/h. O embarque ou desembarque dessas aeronaves seria super rápido, em apenas três minutos.

Pelas estimativas do Uber, uma viagem da Avenida Paulista, em São Paulo, para Campinas, sai por US$ 52 pelo UberBlack e demora 2h10min, considerando o congestionamento médio por terra. Pelo VTOL, a mesma viagem duraria 18 minutos a um custo inicial de US$ 153, valor que cairia para US$ 50 no curto prazo e apenas US$ 24 no longo prazo.

Com informações de Tecnoblog e Engadget.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.