É um equívoco pensarmos que uma pessoa extremamente inteligente não comete erros, afinal tomos somos seres humanos e consequentemente, imperfeitos.

O site ListVerse separou algumas falhas cometidas por grandes gênios ao decorrer da história, veja abaixo:

1 – Nikola Tesla

Mesmo com todo seu auxílio para o desenvolvimento da tecnologia, Tesla era um cientista diferente. Para se ter ideia, no final de sua carreira, ele dedicou seu tempo para criar objetos inusitados, como uma máquina que reproduzia terremotos e outra que ficou conhecida como “raio da morte”.

Mas o seu grande “vacilo” ocorreu enquanto jovem, no começo de sua carreira. Certo dia Tesla percebeu que quando hiperventilava, logo depois, seu corpo mostrava sinais de leveza. Essa percepção levou o gênio a testar uma ideia sobre a gravidade.

O que ele fez? Subiu no telhado de um celeiro, se colocou a hiperventilar até se sentir tonto, depois saltou com um guarda-chuva, acreditando que seu corpo flutuaria. O acidente fez com que o jovem Tesla perdesse a consciência, e ele foi levado para a cama pela mãe. Ele passou as próximas semanas lá se recuperando.

2 – Thomas Edison

Thomas Edison

Em 1877, Thomas Edison, tentou desenvolver uma maneira melhor de extrair minério de ferro de uma areia preta. Ele escreveu sobre sua nova técnica e apresentou várias patentes, mas nem todos estavam convencidos de que sua ideia funcionaria.

Ele investiu muito dinheiro na fábrica de extração de minérios. Mas, infelizmente, o seu investimento não deu certo e para reaproveitar toda a estrutura, ele criou moradias de baixo custo feitas de concreto.

O mais curioso é que não eram apenas as paredes e o teto de concreto, mas a residência inteira, como mobília, objetos de decoração – até mesmo pianos. Essa grande novidade seria produzida com moldes, e Edison até conseguiu encontrar um empresário que apoiasse a ideia. Porém ele percebeu que, para a construção dessas novas casas, seriam necessários diversos moldes – o que iria acabar deixando o valor ainda mais alto. Mesmo assim, foram construídas 11 casas de concreto, mas nenhuma foi vendida.

3 – Albert Einstein

Albert Einstein

 

Einstein entrou nesta lista pois acreditava que o Universo era eterno. A ideia do Big Bang ganhou popularidade nesta mesma época e Einstein, inclusive, conheceu Georges Lemaître, um padre católico, astrônomo e físico belga que propôs a teoria.

Einstein não só era cético em relação à teoria do Big Bang, como também criou teorias alternativas que defendiam a imutabilidade do Universo.

4 – Isaac Newton

Imagem: Wikimedia

O cientista Isaac Newton em uma de suas publicações mais importantes, a “Philosophiae Naturalis Principia Mathematica” — ou Princípios Matemáticos da Filosofia Natural —,  ele descreveu suas leis em relação ao movimento dos corpos, os fundamentos da mecânica clássica e a lei da gravitação universal. Porém, há um erro matemático na proposição de número 8, em que Newton mostra uma fórmula para calcular a massa dos planetas. Este cálculo possui um ângulo formado por duas linhas em que o calor estabelecido é 10,5 segundos.

Acontece que mais tarde o cientista troca o valor de 10,5 para 11 segundos. Por mais que o erro não tenha impacto, ele permaneceu despercebido por séculos. E quem descobriu o erro? O estudante Robert Garisto de 23 anos da Universidade de Chicago!

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.