Um bom projeto de arquitetura de interiores precisa levar em conta diversos critérios, dentre eles a estética, acústica e iluminação.

Estética;
Não podemos deixar de afirmar que somos seres essencialmente visuais, e a primeira coisa que vai nos atrair é a como o lugar é organizado. Harmonia de cores, mobiliário, revestimentos adequados e detalhes que inspiram, trazem conforto visual e uma unidade que vão transformar aquele ambiente em um lugar  que desejamos estar.

Acústica;
Um item que também é importante avaliar se o cômodo oferece conforto acústico. O que é muito utilizado é rebaixo de teto em gesso, mesmo que pontual, apenas sobre a cama, é uma solução de conforto tradicional. Pode até ser um enchimento com lã acústica, um painel em tecido ou madeira, ou simplesmente uma cabeceira alta estofada.

Iluminação;
Cada um de nós demos uma relação única com a luz. Alguns gostam de muita claridade, outros de pouca. O fato é que estudos comprovam que nosso bem estar físico, mental e emocional depende diretamente da regulação dos ciclos de sono e vigília. Aí entram dois fatores: a iluminação natural e a também a artificial.

Precisamos de elementos que ajustem a luz natural, como cortinas e blackouts. Eles evitam ofuscamentos e controlam a incidência de luz no ambiente que estamos, inclusive a luz artificial noturna externa de postes e refletores urbanos pode ser bem agressiva.

Quanto à luz artificial, não basta escolher a luminária mais bonita. Há itens como:

Manutenção: limpeza, troca das lâmpadas;
Efeito luminoso: luz de efeito, luz difusa, luz dirigida;
Eficiência energética: consumo, dimerização.

Além disso, todo este cuidado com a iluminação tem que ser acompanhado da escolha correta de interruptores e tomadas. A linha Orion é perfeita, pois permite a dimerização para lâmpadas LED.

Esse tipo de solução permite o controle gradual de luminosidade, também deve ser usado com lâmpadas LED que vem ganhando mercado por seu baixo consumo de energia e vida útil prolongada.

São duas opções: o dimmer rotativo e o dimmer digital, ambos podendo ser utilizados também em lâmpadas convencionais.

Você pode saber mais acessando aqui.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.