Global Teacher Prize

Wemerson da Silva Nogueira tem 26 anos e está concorrendo ao título de melhor professor do mundo pelo considerado “Prêmio Nobel” da educação o Global Teacher Prize. Se ele vencer, vai embolsar US$1 milhão.

Nogueira está entre os 10 finalistas, chegou a essa posição porque optou por inovar na forma de ensinar seus alunos. Ele é professor de química, criou um pequeno laboratório para aulas práticas, passou a ensinar a tabela periódica por meio de canções e até criou um aplicativo para dar suas aulas de química de forma bem lúdica.

São ações ”simples” como essa, de inovação do ensino através da tecnologia e da mudança do modelo mental, que serão discutidas no Edtech Class.  Esse evento é considerado o maior evento sobre tecnologia na educação já feito no Brasil, que reunirá 400 empresários, executivos alem de educadores, claro.

O projeto que rendeu a Wemerson o título de Educador do Ano 2016, tratou de um tema que gerou bastante comoção: o rompimento da barragem de Mariana, em Minas Gerais. O professor e seus alunos construíram um filtro à base de areia que, que faz jus do processo de oxidação, em que retira da água grande quantidade de ferro e manganês. Hoje, o filtro é utilizado por 200 famílias, que usam a água filtrada no dia-a-dia.

Contrariando a maioria dos pedagogos, o professor libera o uso de celulares durante suas aulas. Ele acredita que o uso da tecnologia, quando bem orientado, traz muito mais benefícios do que problemas. Você concorda?

A formação de Wemerson se deu graças a tecnologia na educação. Graduado através de EAD (Ensino a Distância) em Ciências Biológicas, o brasileiro superou outros 20 mil indicados ao prêmio de 179 países.

Se você acredita que a educação pode ser transformada através da tecnologia, conheça o Edtech Class e entenda como algumas inovações estão transformando escolas e universidades. Acesse o site www.edtechclass.com.br.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.