Saara

A vida no deserto é quase impossível, no verão, as temperaturas ultrapassam os 50°, os ventos fortes levantam a areia que entra pelos olhos, nariz, boca e destroem tudo em seu caminho. Apesar disso, no meio do Saara, 173 mil pessoas residem em acampamentos, em lojas ou edifícios que raramente resistem à inclinação de um lugar onde a água potável é escassa e a comida é escassa.

Entre os habitantes do deserto há um que eles chamam de louco. E isso acaba de estrelar um documentário feito pelo Comitê Espanhol de Ajuda aos Refugiados (Acnur). Tateh Lehbib tem 29 anos e encontrou em garrafas plásticas mais do que apenas um recipiente para carregar líquidos. Ele viu que elas também poderiam funcionar como paredes de tijolos resistentes a fortes ventos e isoladores térmicos.

“Eu nasci no campo de refugiados e sei o que é viver nessas condições, eu sei o que é sofrer um clima de mais de 50 graus de dia que torna impossível trabalhar”, diz Tateh Lehbib no filme intitulado “O louco do deserto “.

As casas que ele constrói são circulares e ele as faz com garrafas cheias de areia, terra, palha e um pouco de cimento. Já construiu 25 moradias em 5 campos. Para uma construção de quatro metros de diâmetro, você precisa reunir pelo menos 6.000 garrafas.

“Se isso é loucura, eu gosto de me chamar de louco”, admite Tateh que estudou as energias renováveis ​​na Universidade de Argel e em seguida, participou de um mestrado em eficiência energética na Universidade de Las Palmas de Gran Canaria.

Ele arrecadou 250 euros para comprar o material de que precisava para a construção da primeira casa. A iniciativa chamou a atenção da Transolar Akademy, que o convidou para a Alemanha para um workshop sobre sistemas de ventilação e tetos indicados para esses projetos. E em pouco tempo obteve recursos e ajuda do ACNUR para levantar mais casas destinadas aos refugiados.

“Quando ajudo os outros me sinto muito feliz”, diz o jovem que, orgulhoso de seu apelido, diz: “Só os loucos podem sobreviver neste mundo”.

Mais informações: La vanguardia e Invdes.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.