Nos Estados Unidos, não faltam oportunidades e vagas para engenheiros. Muitas vezes há mais vagas a pessoas qualificadas para preenchê-las. A alta demanda coloca a engenharia na lista de profissões de interesse nacional estadunidense, o que torna o caminho até o green-card de forma mais rápida e fácil.

Alguns especialistas em imigração afirmam que em um ano os engenheiros brasileiros conseguem estar legalizados nos Estados Unidos e podem começar a atuar. Atuação essa que podem realiza-la desde o começo do processo porque obtém autorização temporária de exercício da profissão.

Ainda de acordo com especialistas, o procedimento mais indicado é dar entrada no pedido do visto -EB2 na categoria National Interest Waiver (NIW). Nesta modalidade não é exigido conhecimento de inglês nem oferta prévia de emprego.

Nos dias de hoje, quase 20% dos clientes da Hayman-Woodward, especializada em imigração, são engenheiros.  A procura desses profissionais pelos serviços de advocacia imigratória oferecidos pela consultoria vem crescendo em ritmo acelerado a cada ano: 100% de 2015 para 2016, e 200% de 2016 para 2017.  Para este ano, a projeção também é de alta de 200%. A maioria dos engenheiros que os procuram foram além de apenas ter a gradução, 32% têm mestrado, 31% tem pós-graduação e 13% têm doutorado.

As áreas da engenharia que estão em altas nos Estados Unidos são: civil, óleo e gás, química, produção, eletrônica, elétrica, telecomunicações e redes.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Para você que está procurando Bolsa de Estudo, temos bolsas de até 75% em mais de 1.200 faculdades de todo o Brasil. Encontre a sua Bolsa de Estudo clicando aqui.