Os pesquisadores Oliver Flynn e Arthur Shapiro desenvolveram a ilusão de “diamante perpétuo”, descrevendo a ilusão como produzindo “movimento contínuo e sem ambigüidade em uma direção, apesar de nunca mudar fisicamente a localização”.

Confira aqui:

 

A ilusão espetacular é produzida por causa do fundo do diamante em combinação com suas bordas finas. O diamante parece mover-se para cima, para baixo, para a esquerda ou para a direita. A direção desse movimento é determinada pelas “fases relativas da modulação de luminância entre as faixas de borda e o fundo”.

Ilusão pode ser usada para testes de percepção de cor

Os pesquisadores dizem que, como o movimento é gerado pelos sinais de contraste entre as faixas de borda e o fundo, a ilusão pode ser potencialmente usada como uma ferramenta para testes de contraste espacial, contraste temporal, ganho de contraste e contraste de cores.

Os pesquisadores observam que, como o movimento do diamante é gerado apenas pela alteração dos sinais de contraste, ele não mostra pistas sobre sua possível orientação ou orientação até que seja animado.

Isso significa que pode ser possível usá-lo para futuros estudos de cor, experimentando a mudança de diferentes partes da ilusão. Por exemplo, ganho de contraste, integração de movimento e alteração da espessura das bordas de diferentes resultados podem ser produzidos, o que tem valor para diferentes tipos de testes.

Teste de autismo de girar GIF

As ilusões de ótica são divertidas de se brincar, mas também podem oferecer percepções realmente interessantes sobre as formas como nossos cérebros funcionam e, curiosamente, as diferenças entre nossos cérebros. Em agosto passado, um grupo de cientistas da Itália e da Austrália apresentou um artigo que descreve como uma ilusão de ótica GIF pode ser uma ferramenta útil no diagnóstico do autismo.

O GIF de uma coluna giratória poderia ser usado como parte de outros testes para ajudar médicos especialistas a detectar traços de autismo. O teste funciona com base na premissa de que os alunos de uma pessoa mudam de tamanho dependendo se estão olhando para imagens escuras ou claras.

Isso pode ser, por sua vez, usado para analisar onde a atenção de uma pessoa está concentrada. As imagens usadas no teste mostram uma folha de pontos brancos se movendo em uma direção e uma folha de pontos pretos se movendo na outra direção.

Para a maioria das pessoas que observam o GIF, ele parecerá um cilindro 3D de pontos movendo-se em rotação. Mas a maneira que as pessoas chegam a essa conclusão é diferente.

Indicador útil

Algumas pessoas precisam se concentrar nos pontos brancos para observar o fenômeno, para outros são os pontos pretos, e alguns outros podem ver a imagem em sua totalidade e observar todo o GIF e todos os seus pontos de uma só vez. Enquanto seus olhos tentam decifrar a imagem, suas pupilas estão fazendo coisas diferentes.

Para aqueles que examinam os pontos separadamente, mudar de olhar para os pontos pretos para os pontos brancos fará com que suas pupilas se expandam e contraiam rapidamente. Se você estiver olhando a imagem por um tempo, seus alunos permanecerão com um tamanho mais consistente.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas cujas pupilas oscilavam quando olhavam para o cilindro giratório eram mais propensas a exibir tendências autistas.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.