Caro leitor do Engenharia é:, se amanhã todos os dispositivos de marcação de tempo do planeta desaparecessem, as coisas se transformariam em um caos absoluto até o pôr-do-sol. Não é mesmo? Todos nós conseguiríamos concordar quando é “manhã”, quando é “tarde” ou quando é “noite”, mas descobrir exatamente quando seu avião sai ou exatamente quando você tem que estar no trabalho ai já é outra história.

Frete GRÁTIS ilimitado, Filmes, Séries, Músicas e muito mais com Amazon Prime! Teste GRÁTIS por 30 dias aqui.

No entanto, para a maioria das pessoas, é exatamente assim que funcionava até muito recentemente. sendo bem preciso, o tempo não foi padronizado até 1880.

Por muitos séculos, olhar a hora significava olhar a posição do sol. Isto é, para salvar seus globos oculares, checar o relógio de sol mais próximo (isso, claro, se o dia não estivesse nublado e realmente houvesse uma sombra). Mesmo depois da invenção de relógios mecânicos, eles ainda eram regulados pela hora solar, o que significava que o seu relógio ainda seria diferente do relógio do seu amigo a algumas cidades de distância, por exemplo. Não é assim um problema tão grande porque não havia comunicação em tempo real através de telefones, internet ou qualquer outra coisa, todo mundo estava a horas de distância, vamos ilustrar assim.

Mas os trens causaram uma revolução. No momento em que os trens começaram a funcionar, cada cidade tinha seu próprio tempo. Logo, as pessoas encarregadas do transporte não só precisavam se preocupar com a hora local, como também tinham que se preocupar com a hora do final da viagem, além de cada estação da estrada de ferro. Que é a razão pela qual grandes estações tinham vários relógios marcando horas diferentes.

E por um tempo, esta parecia ser a única maneira possível de lidar com a situação. O tempo solar era tão natural quanto andar para frente.

Porém, em 1 de dezembro de 1847, os britânicos brincaram com o destino ao usar o Greenwich Mean Time (que em português é Hora Média de Greenwich) para instituir fusos horários para manter seus trens funcionando dentro de um certo cronograma. Mas não foi até 1880 que os fusos horários padronizados viraram lei na Grã-Bretanha, e, em 1883, zonas com base no GMT viraram lei também nos EUA.

Mas foi só em 1929, que a maioria dos outros países ao redor do mundo adotaram o sistema de fuso horário de hora em hora. Portanto, ainda é possível que haja pessoas vivas hoje que não viveram de acordo com o sistema GMT em algum momento de suas vidas. Afinal, isso foi a menos de 100 anos.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here