Uma instalação artística em forma de “cantinho” foi desenvolvida na Universidade de Utah, nos Estados Unidos. O item foi colocado com o objetivo de ajudar alunos emocionalmente estressados ou ansiosos com o semestre letivo.

O “cantinho do choro” (“cry closet” em inglês) foi instalado na Biblioteca J. Willard Marriott, que é um dos principais prédios da universidade. O assunto levantou um debate acirrado sobre os problemas psicológicos que os estudantes vinham sofrendo, até que ponto são legítimos e precisam de atendimento.

O projeto teve algumas regras definidas:

  • Bater antes de entrar;
  • Apenas uma pessoa no armário por vez;
  • Limite seu tempo no armário a não mais do que dez minutos;
  • Apague a luz e desligue o cronômetro antes de sair;
  • Use a hashtag #cryclosetuofu se você for publicar nas mídias sociais.

O armário viralizou nas redes sociais, principalmente no twitter. A ideia foi projetada por Nemo Miller, aluno da instituição. Após a grande repercussão, a Universidade de Utah se manifestou em apoio ao estudante e disse que a ideia foi aprovada. De acordo com a instituição, além do “humor”, o objetivo é levantar uma discussão, uma provocação sobre sobre saúde mental. O cantinho, que era temporário, foi desmontado.

Você acredita que um método assim iria melhorar um pouco a sua vida acadêmica? Compartilhe com seus amigos.