Foto de Denis Cherkashin no Unsplash

A Apple divulgou hoje, dia 28 de abril, os resultados financeiros do segundo trimestre fiscal de 2021, encerrado em março. A empresa dobrou o lucro em relação ao mesmo período de 2020, registrando US$ 23,63 bilhões. O relatório mostra ainda um salto na venda de iPhones, com alta de 65,5% em receita na categoria, totalizando desse modo US$ 47,94 bilhões.

A receita total da gigante norte-americana no segundo trimestre cresceu 54%, ficando em US$ 89,58 bilhões – um recorde para o trimestre, superando a previsão de US$ 77 bilhões do mercado financeiro. Além do destaque para a forte alta nas vendas de iPhones, é importante dizer que a companhia cresceu em todas as categorias de produto.

Em grande parte deste número se dá graças à atualização do portfólio com os modelos da linha iPhone 12, que na ocasião são os primeiros da marca com suporte à tecnologia 5G, lançados em outubro. Já a categoria de Macs teve alta de 70% devido aos novos MacBooks e do Mac Mini com o chip M1, este, da própria Apple – a receita total registrada foi de US$ 9,1 bilhões para o segmento. As categorias de iPads e de wearables registraram US$ 7,8 bilhões, cada.

Segundo o balanço apresentado pela Apple, as vendas internacionais representaram 67% da receita do trimestre, com destaque para o país asiático China, que registrou aumento de 87,5%, representando US$ 17,7 bilhões.

Apple está crescendo e muito no setor de serviços. Os resultados financeiros mostram uma receita de US$ 16,9 bilhões para a categoria que, de acordo com a gigante da tecnologia, engloba vendas na App Store, assinaturas do Apple Music, Apple TV+, iCloud, AppleCare, Apple Card, dentre outros.

Para finalizar, de acordo com o CEO Tim Cook, a empresa tem 660 milhões de assinantes pagantes em sua plataforma.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.