Foto: Reuters

Com o crescimento forte tanto no virtual quanto na área financeira em 2020, o Mercado Livre separou R$ 10 bilhões para investir em 2021 e a maior parte irá para o que pode se tornar sua terceira frente de negócios: a área da logística.

O objetivo é solucionar, facilitar e agilizar a entrega das vendas dos clientes, de acordo com Stelleo Tolda, presidente do Mercado Livre para a América Latina.

Dentre outros movimentos, o investimento fará com que o número de funcionários do Mercado Livre passe dos atuais 5 mil para mais de 10 mil, até o fim de 2021.

A expectativa é que o Mercado Envios, nome da área de logística, trilhe percurso parecido com o que aconteceu com o do Mercado Pago.

Nascido para resolver os problemas de pagamentos dos vendedores da maior loja online da América Latina, o Mercado Pago levou dez anos para se tornar relevante. Atualmente, o Mercado Pago tem autorizações do Banco Central para funcionar como carteira virtual – com direito a rendimento maior do que a poupança, inclusive – , como processador de pagamentos – com maquininhas no varejo físico e como instituição financeira, para poder aumentar o limite do crédito, dentre outros serviços.

Os serviços são vendidos a terceiros e os próximos passos são oferecer alternativas de investimento para quem tem dinheiro no Mercado Pago, mas sem concorrer com as plataformas do segmento, como a XP, por exemplo.

Com tamanho crescimento, hoje a área financeira movimenta mais dinheiro do que a própria loja virtual. O volume de pagamentos processados no ano passado, nos 18 países da América Latina em que o Mercado Livre está atua, foi de mais de US$ 50 bilhões. Já as vendas das lojas abrigadas na plataforma somaram US$ 20 bilhões. Em 2019, elas haviam sido de US$ 28 bilhões e US$ 13 bilhões, respectivamente.

O Brasil responde por pouco mais da metade da receita líquida da empresa e que na qual cresceu 120% em reais, no ano passado.

Apesar de o Mercado Pago movimentar mais dinheiro que o marketplace, o retorno para o Mercado Livre é maior com os vendedores na plataforma.

Os R$ 10 bilhões em investimento para 2021 equivalem ao que foi destinado a empresa nos últimos quatro anos. Dentre outros objetivos, o dinheiro servirá para a construção de centros de distribuição e contratações para as áreas de logística e tecnologia. Há três anos 95% das entregas do Mercado Livre eram feitas pelos Correios, hoje só 5% são transportados por essa via.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.