O Fórum Econômico Mundial publicou uma nova pesquisa O futuro dos empregos“, e de acordo com o estudo, a automação irá substituir mais de 5 milhões de empregos nos próximos cinco anos. Os crescentes avanços tecnológicos devem cortar cerca de 7,1 milhões de postos de trabalho e deve criar 2 milhões de empregos. Portanto, o défice será de 5,1 milhões de postos de trabalho.

Frete GRÁTIS ilimitado, Filmes, Séries, Músicas e muito mais com Amazon Prime! Teste GRÁTIS por 30 dias aqui.

A pesquisa foi realizada em 15 países, incluindo China, França, Alemanha, Japão, México, Brasil, Reino Unido e EUA, que respondem por 65% da força de trabalho global – num total de 1,9 bilhão de trabalhadores. Klaus Schwab do Fórum Econômico Mundia chama esse avanço tecnológico  de a “IV Revolução Industrial”.

“A Quarta Revolução Industrial, que inclui os desenvolvimentos em domínios anteriormente desarticuladas, como a inteligência artificial e de aprendizagem de máquina, robótica, nanotecnologia, a impressão 3D, e da genética e da biotecnologia, irá causar perturbações generalizadas, não só para modelos de negócios, mas também para os mercados de trabalho ao longo dos próximos cinco anos, com uma enorme mudança prevista nos conjuntos de habilidades necessárias para prosperar no novo cenário “, afirma o relatório.

Ainda de acordo com o estudo, os trabalhadores de colarinho branco – empregos gerenciais e de escritório – são os que sofrerão o maior impacto em termos de emprego perdido ao longo dos próximos cinco anos, seguido pelo setor de fabricação e produção.

A pesquisa alerta que enquanto a automação vai afetar todas as indústrias em todas as regiões geográficas, as perdas de emprego pode ser compensada pelo crescimento do emprego em outras áreas.

Confira o infográfico abaixo:

automação empregos

Imagem de Shutterstock

3 Comentários

  1. Alguém experiente na área ou que tiver conhecimento poderia me esclarecer uma dúvida sobre isso? Estou pensando em mudar para Engenharia Mecânica, mas tenho receio, por desconhecer a área, de que com a automação o mercado seja afetado, já que estas máquinas tem muita eletrônica e computação…

    • Adilson, as máquinas sim, tem e terão cada vez mais eletrônica e computação, porém, não deixam de ser máquinas, corpo de metal submetido a vários esforços. Por isso acredito que a Engenharia mecânica irá se manter bem e com evolução visto que mais máquinas serão criadas. Se fizer um curso com ênfase em automação será melhor ainda. Onde faço engenharia mecânica, dão bastante ênfase na automação, confesso que é meio chato e 95% dos alunos criticam, porem não entendem que é o futuro! O que vai fazer um engenheiro mecânico que nem sabe mexer num computador? Acredite, existem!

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here