Bugatti revelou as primeiras imagens de Chiron, o sucessor do Bugatti Veyron. Com 1500 cavalos de potência, 500 a mais do que seu antecessor quando lançado em 2005. Bugatti diz que 150 deles já foram vendidos desde novembro de 2015, quando a empresa revelou pela primeira vez o carro. O nome é uma homenagem a Louis Chiron, que correu pela Bugatti nos anos 20 e 30 e foi o piloto de maior sucesso para a marca.

Tal poder é obtido com um motor W16 de 8 litros combinado com uma transmissão automatizada de dupla embreagem. O torque máximo é de 163,14 Nm a 2000 rotações por minuto, de acordo com a marca, que faz parte do grupo Volkswagen. Velocidade máxima do Chiron é de 420 km/h (limitada eletronicamente) e aceleração de 0 a 100 km/ h é estimado em 2,5 segundos. O carro é 150 kg mais pesado que o Veyron, 7 cm mais comprido, 5 cm mais alto e 3,8 cm mais largo; a distância entre eixos é de apenas 1 mm maior.

A altura pode variar de acordo com o modo de suspensão selecionado: são possíveis 5 configurações de suspensão; incluindo “Lift”, ideal para velocidades baixas, facilitando a passagem por redutores de velocidade e estrada irregular. Os outros modos são Auto, Auto-estrada, Manuseio e Velocidade Máxima. O supercarro terá produção limitada de 500 unidades e será vendendo a US$ 2,6 milhões cada.

Fique com as imagens abaixo:

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

 

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.