A Exsto, uma das empresas líderes em soluções para o ensino de tecnologia abriu, nessa semana, as inscrições do seu curso em Robótica Industrial: Desenvolvendo Competências para Indústria 4.0. O curso é baseado no robô colaborativo single-arm YuMi, da ABB Robotics e conta com uma metodologia inovadora: durante as aulas, todos os alunos realizarão experiências comandando o Single Arm YuMi à distância, para a realização das atividades práticas do curso. 

As inscrições vão até o dia 11 de setembro, sexta-feira, porém as vagas são limitadas. Para saber mais, CLIQUE AQUI.

Para quem é esse curso?

  • Para pessoas que querem se capacitar para trabalhar com robôs industriais e colaborativos.
  • Para quem quer desenvolver competências demandadas pela indústria 4.0.
  • Para profissionais que atuam ou pretendem atuar com robótica e automação industrial.
  • Para alunos de cursos técnicos e superior nas áreas de engenharia e tecnologia.

Crescimento do mercado de robótica industrial

Falando um pouco sobre o crescimento desse mercado, segundo o último relatório da IFR (International Federation of Robots), 2018 foi o sexto ano consecutivo de crescimento do mercado de robótica, com mais de 422.000 unidades vendidas (+6% que 2017). 74% das instalações globais de robôs se reúnem em cinco países: China, Japão, Estados Unidos, República da Coréia e Alemanha. 

Ásia é o maior mercado de robôs industriais do mundo, embora o crescimento tenha desacelerado substancialmente em 2018. Com essa estagnação da Ásia, Europa e América vêm crescendo fortemente. Nas Américas, 55.212 robôs foram instalados em 2018. Isso é 20% a mais que no ano anterior

No Brasil: 2.196 novos robôs foram instalados em 2018 (novo recorde), foram 119% a mais que em 2017. O país se encontra na posição 19, na classificação global de 2018. Participações nas instalações totais: 46% Operações de manuseio, 43% soldagem, 51% Indústria automotiva, 5% Indústria de plásticos e química

Robotista é a profissão do futuro?

Como as empresas estão investindo cada vez mais em automação industrial, a demanda por profissionais capacitados para lidar com as tecnologias relacionadas está só aumentando (mesmo frente à crise que estamos vivenciando). O profissional responsável pela robótica dentro de uma indústria é chamado robotista, um nome intuitivo que surgiu de maneira informal nos galpões industriais. Atualmente os robotistas são profissionais concorridos no mercado. Estão chovendo oportunidades de emprego para quem apresenta a formação e experiência adequadas à vaga. 

Habilidades e competências a serem desenvolvidas:

A capacitação em Robótica Industrial: Desenvolvendo Competências para Indústria 4.0, com início no dia 14 de setembro, foi projetada para desenvolver as habilidades e competências necessárias para quem quer iniciar no mundo dos robôs industriais. As atividades do curso poderão ser realizadas com total flexibilidade de horários. A trilha de aprendizagem proposta foi pensada para quem ainda não teve contato com robótica profissional adentrar nesse segmento, desenvolvendo as habilidades essenciais para já iniciar nesse mercado e para obter competências mais avançadas no futuro. O programa inclui o primeiro contato com conceitos de robótica, o uso de ferramentas de programação e simulação, a utilização de ferramentas de manipulação e a programação de movimentos utilizando linguagem de programação para robótica.

Após o curso, o profissional estará apto a:

  • Conhecer e identificar os tipos, partes e características dos robôs
  • Trabalhar de forma segura com os robôs
  • Utilizar do software RobotStudio
  • Controlar os movimentos do robô
  • Utilizar ventosa pneumática e garra elétrica
  • Programar o robô em linguagem rapid
  • Desenvolver uma aplicação em célula robótica

O mercado está em busca de profissionais que fazem a diferença! Aproveite essa oportunidade de evoluir, clique aqui e saiba mais.

Veja o webinar que a Exsto e a ABB realizaram, demonstrando o acesso remoto:

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentário.