Um dos rastreadores mais visitados globalmente é de autoria de um estudante de 17 anos: Avi Schiffmann.

Quando criou a plataforma, o garoto provavelmente não sabia do trabalho que teria – ela agora toma 100% de seu tempo livre – até às vezes de seu tempo de escola também.

O sucesso foi tanto que ele estima já perdido US$ 30 milhões em possíveis negócios que recusou até agora.

Desenvolvimento do site

A página criada por Schiffmann reúne toda a informação que uma pessoa possa querer sobre a atual pandemia do novo coronavírus, a Covid-19, incluindo estatísticas do mundo todo – podendo selecionar um país ou região especifica, mortes e recuperações, taxas de mudança da transmissão adquiridas junto a autoridades como a Organização Mundial da Saúde e os Centros para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, dentre eles.

A plataforma possui ainda ferramentas como uma “Wiki” com dados confiáveis sobre o vírus – lista de sintomas e dicas de higienização das mãos – e uma “calculadora de risco” que estima seu risco de morrer de Covid-19.

Essas informações estão em inglês, mas cidadãos do mundo todo visitam o site. O painel é muito popular: tem cerca de 30 milhões de visitantes por dia, e já obteve 700 milhões de visitas no total, até o momento.

Logo, não é surpreendente que Schiffmann tenha recebido ofertas para colocar anúncios no site.

Plataforma https://ncov2019.live

 

Recusa de US$ 8 milhões 

Schiffmann já recusou diversas propostas, mas uma oferta em particular teria o obrigado a manter o site por US$ 8 milhões, algo que ele rejeitou para manter sua plataforma livre de pop-ups de propaganda.

“Tenho apenas 17 anos, não preciso de US$ 8 milhões… não quero ser um aproveitador”, disse ao portal Business Insider.

O estudante estima que poderia já ter feito US$ 30 milhões até agora se tivesse concordado em anunciar na plataforma, mas esta não é a meta do site.

Ele explicou seu raciocínio da seguinte forma: pop-ups arruinariam a interface do usuário, o que seria algo fora de controle se ele vendesse o site. Além disso, ele não quer se sentir contratualmente obrigado a manter a plataforma ou fazer alterações nela com as quais não concorda.

Especificamente, muitos de seus visitantes não possuem conexões de internet muito rápidas, de forma que adicionar anúncios poderia deixar a plataforma muito lenta e talvez impossível de usar para muitas pessoas ao redor do mundo.

Dito isto, há um botão de doação no site, que claramente não chega nem perto de US$ 30 milhões.

“Não quero que isso manche as coisas. As pessoas acham que vou me arrepender dessa decisão, mas pretendo fazer muitas coisas no futuro”, complementou.

Se você ainda não conhece o site de Schiffmann, veja aqui https://ncov2019.live/

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.