Os especialistas da Rolls-Royce, juntamente com engenheiros de outras organizações, construirão uma aeronave elétrica que pode atingir velocidades de mais de 480 quilômetros por hora, segundo a New Atlas. O desenvolvimento do aparelho é realizado no âmbito da iniciativa ACCEL, parcialmente financiada pelo Governo do Reino Unido.

Nos últimos anos, o desenvolvimento da aviação elétrica levou ao surgimento de veículos em série, como o Sun Flyer, e a criação de aeronaves experimentais, que muitas vezes estabelecem vários recordes. Uma dessas aeronaves elétricas é a Extra 330LE, construída pela Siemens com base em um avião acrobático convencional. Em 2016, esta aeronave estabeleceu uma velocidade recorde de 337,5 quilômetros por hora, estabelecendo o atual recorde de velocidade para sua categoria.

Um novo recorde de velocidade

Sob a iniciativa da ACCEL, os engenheiros da Rolls-Royce, da YASA, da Electroflight e do Instituto de Pesquisa Aeroespacial desenvolverão uma aeronave elétrica de assento único que estabelecerá um novo recorde de velocidade. O projeto utilizará uma bateria com resfriamento ativo, que, segundo os desenvolvedores, terá a maior densidade de energia na aviação elétrica. A bateria pode produzir até 750 quilowatts, a hélice será acionada por três motores elétricos de 750R produzidos pela YASA.

O avião deverá voar pela primeira vez em 2020. A aeronave pode atingir velocidades de mais de 480 quilômetros por hora. Além disso, com uma única recarga, o avião pode durar tempo suficiente, por exemplo, para um voo direto de Londres para Paris.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.