Já aconteceu várias vezes em que os serviços de mapas do Google viram notícia por razões inusitadas. A mais recente foi quando observando as imagens do serviço, um usuário identificou um carro no fundo de um lago e, sem querer, acabou desvendando o caso de um homem que desapareceu há 22 anos.

Frete GRÁTIS ilimitado, Filmes, Séries, Músicas e muito mais com Amazon Prime! Teste GRÁTIS por 30 dias aqui.

O homem era William Earl Moldt, que foi visto pela última vez deixando uma boate em seu carro sozinho em 1997. Duas décadas depois, seus restos mortais e seu carro foram encontrados submersos em uma lagoa da Flórida.

A descoberta é um grande avanço em um caso de pessoas desaparecidas há décadas. Em 1997, William Moldt foi visto pela última vez saindo de uma boate antes de telefonar para a namorada que estava a caminho de casa. Testemunhas disseram que Moldt ficou sozinho dentro de seu veículo e não parecia drogado ou bebado.

Um dia depois, quando o paradeiro de Moldt ainda era desconhecido, sua família foi até a polícia para comunicar o desaparecimento dele. Seu caso não tinha sido resolvido nos últimos 22 anos, até agora.

Depois que homem avistou o veículo, eles contataram um morador atual que mora ao lado da lagoa para verificar o visual. O morador então usou um drone pessoal para voar sobre a água e descobriu que era realmente um carro sob a superfície da água.

Agora que seu corpo foi encontrado, os investigadores estão tentando descobrir como e quando o carro de Moldt acabou na água.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here