© René Frampe

A cada dia que passa, a preocupação mundial com o meio ambiente tem feito com que cientistas trabalhem cada vez mais para o desenvolvimento de projetos sustentáveis, especialmente no que diz respeito à energia limpa, ou seja, que não emite gás carbônico que agride a camada de ozônio e piora o aquecimento global.

O Coradia iLint, construído pela Alstom em Salzgitter, na Alemanha, está equipado com células de combustível que convertem hidrogênio e oxigênio em eletricidade, eliminando as emissões poluentes relacionadas à propulsão. 

Por enquanto, os usuários da rede Elbe-Weser, da EVB, podem esperar pela primeira viagem mundial a bordo dos trens de baixo ruído e emissão zero que alcançam até 140 km/h. Pela LNVG, os trens Coradia iLint serão operados em quase 100 quilômetros de linha entre Cuxhaven, Bremerhaven, Bremervörde e Buxtehude, substituindo a frota de diesel existente da EVB.

Os novos trens serão abastecidos em uma estação móvel de abastecimento de hidrogênio, que será bombeado em estado gasoso para dentro dos trens a partir de um contêiner de aço de 12 metros de altura próximo aos trilhos da estação de Bremervörde. Com um tanque, eles podem percorrer toda a rede durante todo o dia, graças a uma autonomia total de 1000 km. Um posto de gasolina estacionário nas instalações da EVB está programado para entrar em operação em 2021, quando a Alstom entregará mais 14 trens Coradia iLint para a LNVG.

Os veículos apenas emitem vapores de água durante a operação, tornando-os uma alternativa ecológica ao diesel, uma vez que não produz emissões nocivas e que promovem impactos negativos para o meio ambiente.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! xD

Deixe-nos a sua opinião aqui nos comentários.

Quer ficar por dentro do assunto Smart City, o mais falado no Brasil e no mundo? Deixe seu e-mail e receba em primeira mão! clicando aqui.