“E também as escolas deveriam ser inovadoras?”

A resposta, como na semana passada, definitivamente também é SIM! São as instituições de ensino, em qualquer nível, elementos de fundamental importância na formação dos novos membros de uma sociedade em rápida mutação. Portanto, deverão propiciar a eles todas as oportunidades para que se realizem nesta sociedade de modo pleno, pessoal e socialmente – e isto se fará através da utilização de uma pedagogia inovadora e apropriada aos tempos atuais…

E como são os nossos alunos do Século XXI, ou “clientes” das escolas, se assim podemos chamá-los, apenas para facilitar o raciocínio? (1)

 54% desejam sua independência, através de uma empresa própria, etc.

 Buscam resultados em curto prazo

 Trabalham na economia produtiva, e procuram usar força coletiva

 Trabalham com outras gerações desde que haja respeito mútuo, igualdade, e troca de conhecimentos

 Procuram ambientes alternativos de aprendizado, ao invés de apenas fazer faculdade

 Trabalham em um propósito que carregam de formas diferentes em momentos diferentes e que permeia todos os ambientes de sua vida

 No trabalho buscam mobilidade, ambiente compartilhado, e aprender novos “skills”

E aí está o grande desafio das instituições de ensino! Serão inovadoras à medida que cumprirem seu papel com tal clientela! São novos paradigmas, que sempre trazem em seu bojo muitas ameaças, mas também muitas oportunidades!